outubro 29, 2005

Nas "apples*" também nascem "blogs"

Dou voltas à cabeça de forma a encontrar uma personagem que encarne em condições o meu eu "bloguiano". Um eu que seja mais do que apenas eu. Que seja eu e não o seja. Um eu que possa ser um "travesti" da alma sem ser forçado, errado, estranho ou até que faça pouco sentido. Que num dia use jeans, e no outro se vista a rigor. Que possa ser mulher ou homem. Que possa ser um gato ou apenas notícia numa página de jornal.

O blog, o meu blog, nasceu há um ano, altura de início de muitos blogs. Era a minha contribuição para a comunidade dos blogs, numa forma de livro virtual. Mas ficou parado no tempo, com apenas três ou quatro frases. Recriminava-me sempre, por não o ter principiado antes. Tenho a terrível mania de achar, que nisto de escrever ou escrevinhar - sim, mesmo que sejam apenas banalidades - deve existir princípio, meio e fim. Detesto os calendário, recebidos a meio do ano, que ficam arrumados, intocados, em algum canto.

A minha personagem principal não concorda comigo - aliás, raramente concorda. Mostra-me um velho calendário do ano de 68 - encontrado em que bancada da Feira da Ladra? - e rabisca no dia 20 do mês de Julho: Escrever um blog. - Já está, já o iniciaste! - grita-me animado, e depois pisca-me um olho...

Digo-lhe que comete um erro, que em tal data nem se sabia ainda o que eram blogs. Mau! - resmunga ele entre dentes - Assim não faz sentido, um blog não é um livro? Explico-lhe que pode ser um livro, um diário ou até uma manta de retalhos daquilo que se queira. Que pode ser constituído apenas por palavras incoerentes, ou, e rio-me, apenas colocar lá o código do multibanco. Muito inteligente! - Troça irritada, a minha personagem de expressão azul glaciar.

Não será inteligente, mas o blog é meu e o computador em que te imagino também é meu! - Sempre fui teimosa...

Não gosto de Macs! Computadores para meninas, branquinhos, redondinhos! - reage com um sorriso sarcástico. E, reparo, tem um sorriso idêntico ao meu, excepto na ironia. Não gostas do eMac - fervo de indignação! - e dizes-mo assim, sem pensar duas vezes. Sabias que outros o idolatram? Os Macs são máquinas poderosas, dignas de disputas verbais numa mesa de café. E tu, só porque não gostas de conversas tolas de café, decides que também não gostas do meu computador!

O tom irónico ainda ecoa nos meus pensamentos - "Computadores para meninas, branquinhos, redondinhos!?"

Mas é isso mesmo que sou! Um pensamento feminino! Por isso te transformei na minha personagem principal. Porquê? - Questionas-me desconfiado, tal como a neta que leva a cesta à avó e encontra, por vez desta, o lobo. Porquê? - Insistia ela perante o olhar insidioso do lobo. Respondo-te, tal como o lobo na sua gula, que é para te ver, ouvir e cheirar melhor... E acrescento, para entender-te, e até, recriar-te melhor. Conheço o ser humano no seu todo, mas não a ti, igual a mim, apenas diferindo em género. Arre! Cada dia que passa, tornas-te mais ininteligível!

Não necessitaria de caracteres inseridos num blog para te analisar, mas fazê-lo assim, diverte-me e facilita-me o acesso a comentários de terceiros. Transformo-te na minha tese de passagem à meia-idade. E um dia destes, quando eu tiver a percepção real de quem és, poderás continuar a exibir esse teu sorriso irónico, mas garanto-te, ainda hás-de vir a gostar deste meu computador branquinho e redondinho de menina!



*Nota: Este texto foi escrito há cerca de um ano para um local específico. Alguns puderam lê-lo, outros não. A "Apple" pode ser observada aqui, num site brasileiro, para facilitar a compreensão de parte do contexto da história.

31 comentários:

mfc disse...

Para tudo há um começo... não importa como. Todos mudamos ao longo do tempo. Se hoje nos sentimos bem na nossa pele, é porque a vida mereceu ser vivida.
Com os blogues e com os seus autores acontece o mesmo. Um autor de um blogue não é necessariamente a mesma pessoa que vemos na rua.É um ser diferente, que não abstrai da sua condição de autor...

Su disse...

gostei de ler-te
e concordo com mfc

)psstttt posso dizer q não gosto dos macs:))))) mas é poderoso:))))

jocas maradas

Daniel Aladiah disse...

Querida Ana
Tese de passagem à meia idade? Interessante... mas a criança que há em nós está bem viva dentro de ti, com os seus medos e as suas alegrias. Um sorriso teu vale mais do que um computador redondinho e branquinho ;)
Um beijo
Daniel

Å®t_Øf_£övë disse...

Raquel,
Gostei muito deste teu texto e de todo o seu conteudo.
O importante não é quando começar alguma coisa. O importante mesmo é começar, e saber dar continuidade às coisas.
Bom domingo.
Bjs.

titas disse...

escreves bem comó caraças, ca!

Eu continuaria a ler-te.... continuaria e continuaria... porque há coisas que não devem ter fim.

Fióta minha querida! Que orgulho tenho em ti!


//(~_~)\\ um beijo da Titas

Afrodite disse...

a menina Raquel tenha cuidado com esta pindérica que está aqui em cima de mim (salvo seja, vade rectro Satanás, t'arrenego Belzebú, ai jesus, cruzes canhoto,
lagarto, lagarto, lagarto)

É cá uma invejosa, ca....!
§(~_~)§ beijo da Afrodite
(uma carinha d'anjo num corpo espectacular, com tudo no sítio, muito dentro do prazo, sem aditivos nem silicones)

GNM disse...

O teu texto está mesmo muito fixe...

Tive a ver o teu profile, o pianista também é dos meus filmes feridos!

Fica bem e passa um excelente Domingo!

Continua a sorrir!

lazuli disse...

o que a mfc diz é bem verdade. Subcrevo..Um beijinho.

João Scottex disse...

Eh! Eh! Eh!
A tua opinião coincide com a minha, tudo o que vem da Apple é um bocado "mariquinhas", por ter linhas arrojadas, diferentes, muito femininas, contudo não deixam de esconder (ou mostrar a quem quer ver!) máquinas poderosas, excelentes complementos da nossa massa encefálica!
Muitos dos comentários feitos à Apple e aos seus utlizadores, são baseados na inveja e no desconhecimento, assim como outras coisas na visa!
Bjx

TMara disse...

delicioso diálogo...e agotra, um ano depos como seria essaconversa, ou é? Bjocas de luz e paz neste domingo

Wakewinha disse...

Minha linda, nunca ouviste dizer que as coisas sábias se fazem com mestria? E isso toma o seu tempo... O teu sucesso é prova disso!

Um beijinho muito grande*

Nilson Barcelli disse...

Não conheço o Mac de lado nenhum. Fui lá ver e não vi nada redondinho...
Redondo, redondo é o teu texto, isto é, não é quadrado, porque destes não dá vontade de ler e o teu lesse bem.
Já tens um aninho? Quelindo, o meu podia ser pai do teu, pois já tem mais de dois anos...
Como a velhice é um posto... o meu blogue manda dizer ao teu para ter muito juizinho e continuar a escrever coisas lindas (e especiais...) como muitas das que já fêz.
Beijinhos especiais...

mariavaladas disse...

Olá Raquel:
Já me tinham dito...que escrevias muito bem!!
Mas foram parcos em comentar o quão
de maravilhoso é ler tudo o que eu li (desde ontem)!!
Neste momento ...sinto ( pequena)
perante o que visitei nos teus blogs!!
Parabens...
Ahh...muito obrigada pelas palavras sinceras e mágicas que escreveste no meu cantinho!!
Um muito obriga por me teres cedido os teus blogs...neste momento da minha vida...são óptimos
companheiros!!
Bem hajas!!
Maria Valadas

gato_escaldado disse...

gostei mto do texto. temos, de facto, necessidade de um "alter ego". que sejam os nossos "anjos e demómios". eu costumo "matar" os meus. antes que me cansem. ou tenham mais "importância" que eu próprio... rss

beijos

Å®t_Øf_£övë disse...

Raquel,
Passei aqui para te agradecer o destaque dado ao meu último texto e por o teres colocado na tua "sidebar".
Sinto-me muito orgulhoso por o teres feito. Afinal aquilo que escrevemos é para partilharmos, e isso é que é importante.
Se quiseres ver o destaque que dei ao teu blog visita o "Pedaços de nós".
Bom feriado.
Beijinhos

Alexandre Sousa disse...

Bonito serviço! O que eu vou fazer a 6 Macs que tenho? Custaram os olhos da cara. Nem pensar em deita-los fora. Nã!

Mitsou disse...

Ainda me lembro...quando nos "conhecemos", andavas tu às voltas com o teu Mac :)) Seja em Mac ou em caneta e papel, com ou sem alter-ego, a tua escrita é excelente. E mainada!
Atão e não houve festa no aniversário? Humm.

Beijocas, mana, que já estou de volta!

Menina_marota disse...

Pois é... um anito de Blog e tanto já partilhaste connosco!
Que importa onde se escreve? O que importa é que se escreve! O que importa é que continues a escrever! Porque eu adoro ler-te!!

Parabéns pelo aniversário do Blog. Parabéns pela arte das tuas palavras.

Um abraço terno ;)

agua_quente disse...

Um ano, é? Então e festa? :) Sabes que também já trabalhei com Macs há uns anitos. Agora, sinceramente, não sei como estão. Naquele tempo eram umas bombas.
Mas o importante disto tudo é que escreves e muito bem. E o teu personagem principal diz por vezes coisas que me fazem ficar a pensar durante horas... :))
Beijos

Nilson Barcelli disse...

Só para deixar um beijinho.

Miguel disse...

E como numa história de Fadas e com Feitiços Pirlimpimpim ...
Assim Tudo rapidamente aconteceu, pelas 11 h 45 m ...

Querem saber mais?
Visitem o meu Blog ...

Mil Bjks da matilde

JMTeles da Silva disse...

Também há os Mac...Donalds para quem gosta.
Bjokas.

TMara disse...

bjs de luz e paz :), amiga

Eva Lima disse...

Chego aqui e, como sempre, gosto e está tudo dito.


1 beijo

amita disse...

Simplesmente delicioso este texto. Neste diálogo a solo de há um ano, dou-te os parabéns, minha amiga, pelas voltas que o texto dá.:) Adorei.Uma bjoka e um doce sorriso

Anna^ disse...

Fiquei com pena de este post não ser mais longo...estava a gostar tanto :))

Ó Raquel,para quando um livro?

bjokas e um bom fds ":o)

TMara disse...

Ôi, Se puderes passa lá por casa....pelo menso no domingo ;) bjocas de luz e paz :)

mariavaladas disse...

Olá Raquel:
Aqui estou a fazer mais uma visita ao teu lindo blog....Isto não é graxa ( nem nada que se assemelhe) mas nãs achas que está no tempo de publicares um livro...para que toda a gente tenha acesso ao que escreves??
Vai pensando no assunto...pois não sou apenas eu que tenho esta opinião!
Um Bom Fim de semana Raquel!!
Bjs da ................Maria

Dulcineia disse...

Olá Raquel.Passei aqui pela primeira vez e adorei este lugar.Muitos parabens.Vou voltar.Aguardo a tua visita.Boa Semana.

eduardo disse...

Bom dia, Ana Vasconcelos.
Vi a janela aberta e entrei. Tinhas o computador ligado e li.
Sentei-me um pouco na cadeira que deixaste para os amigos, e fiquei.
Fui percorrendo as palvras ditas de outros dias e nem dei pelo tempo que já passou.
Ao sair, deixo uma flôr como lembrança e uma pequena nota num pedaço de papel que tens ao lado:
"Adorei estar aqui!"

Beijokas

mfc disse...

Olá sua preguiçosa...
Um bom domingo para ti.