janeiro 21, 2006

17 comentários:

Thiago Forrest Gump disse...

Nem de mim Rachel, nem de mim.


Beijinhos

Kalinka disse...

Huummmm, que delícia!
A música arrepia-me.
O «post» está muito bem conseguido.
Lindo. Parabéns!
É a 1ª vez que por aqui passo, mas...apetece-me aqui ficar «embrulhada na musica» e ler, sim, as palavras, são muito importantes...adoro escrever também

TMara disse...

os teus posts estão cada vez + bonitos. Gráfica e texto. bjocas de luz e paz

ernesto esteves disse...

Muito lindo Raquel. Adoro visitar-te. Continua com todo esse carinho, que imprimes às tuas palavras ;)

Anna^ disse...

Senti muita garra neste poema...muita vontade de "deitar" cá para fora as palavras q te fervilham nas entranhas....e q bela música tu arranjaste para acompanhar.Enfim,uma "refeição" bem servida,como SÓ tu sabes! :)

bjokas e uma boa semana ":o)

menina graça disse...

Somos duas, Raquel! Mesmo que me "desdobre" e me apeteça escrever coisas diferentes em cada dia. Mas escrever, sempre, deitar cá para fora as palavras! Bolas, tu fazes-me sempre comentar-te a sério! :))

Miguel disse...

Os meus parabéns pelo grafismo do teu Blog!

Belas palavras a completar!

Bjks da Matilde

João Mãos de Tesoura disse...

Sempre a estética! Gostei!
E que nunca te falte o verbo.
Bjs

alfinete de peito disse...

Primeiro foi o verbo a palavra veio depois. Muito bom, texto e grafismo.

Temos dito.

manuel disse...

Poesia mal escrita? que disse? não me parece nada...

Beijos

luis manuel disse...

Raquel
Se as palavras são escritas com sentido, e dizem muito mais...
É mesmo outra forma de estar!
E a páginas tantas, também vou estando. Envolvido em prosa ou poesia. Admirávelmente.

Nilson Barcelli disse...

E como eu gosto das tuas palavras, do teu design, de ti...
Beijinhos

OrCa disse...

Faz-se o verbo consentido num diverso, com sentido...

Belo o ajuntamento que formaste com as tuas palavras de todos os dias.

Beijos.

Su disse...

mesmo que eu não comente, acredita que passo por aqui, tornou-se um vicio gostoso
jocas maradas

amita disse...

Se não fossem as palavras
nada mais sentiria
que letras
soltas... dispersas...
em sua dança constante
Na procura da cola mágica
s'esbateriam as horas
fragmentadas dos sonhos
tardios...pela demora.

Um bom fim-de-semana, um bjinho e um doce sorriso

Menina_marota disse...

Como tinha saudades das tuas palavras!!

Desculpa a ausência forçada! Ainda estou em recuperação, não posso forçar a visão, mas vou andando por aqui...

Um abraço carinhoso e bom fim de semana :)

cm disse...

seguro na mão a geada das tuas manhãs frias apenas para reter o alongar das sombras dos meus acordares...