maio 14, 2005

Quantas vezes o murmurei baixinho... Um dia decidi dar-lhe voz quando alguém deu o mote. Hoje, coloco-o aqui.


Preciso do teu abraço
e raramente, ou mesmo
nunca, to confesso.

Para que não sintas medo, medo de me magoar por teres que me trazer de volta à realidade, arrastada por fios invisíveis mas frios como o aço e a morte, qual marioneta nas tuas mãos.
Preciso do teu abraço... Mas se to pedisse, talvez me abraçasses e se quebrasse a magia. Talvez deixasses de ser feito de palavras e sorrisos. Talvez deixasses de fazer sentido ou talvez ganhasses vida e a perdesses no milésimo de segundo a seguir...
Preciso do teu abraço... Mas isso calo mais que tudo o resto que te digo através de teclas poeirentas e desengraçadas, através de frases doces e tantas vezes amigas. Preciso do teu abraço mas sou demasiado cobarde e realista para to pedir.

Mas hoje não to peço, digo-te apenas "estou aqui".


Sim.. "ursito", sabes que é para ti. Por todos os momentos em que sei que posso contar contigo, por todos os momentos em que pedi ajuda e não ma negaste, por todos os momentos em que disse "cheguei bem" e me sorriste... e por tantos, tantos outros em que me pediste que sorrisse.

24 comentários:

H. disse...

que lindo. que sentido (por ti e por mim e por tantos mais)...

às x's precisamos tnt e custa tnt pedir...
" Preciso do teu abraço mas sou demasiado cobarde e realista para to pedir."

pois...

é mesmo assim...

gostei. mto mto. **

lobices disse...

encontro-almoço blogs Porto 25 Junho

Eva Lima disse...

...custa mesmo. Era muito mais fácil a vida.
bjinho

agua_quente disse...

É importante a coragem de pedir carinho. Um abraço faz toda a diferença. Beijos

concha disse...

Percebo tão bem.
Como se pedir fosse batota e deixasse de ser um abraço.
E às vezes é só um abraço que nos faz falta.
E a injustiça de não perceberem que precisamos de tão pouco que é tanto, que é tudo.

AS disse...

Tantas vezes precisamos de um abraço...

Fernando B. disse...


Espero que o recebas de quem esperas.

Beijos Fraternos,

Raquel V. disse...

Algumas pessoas já sabem que respondo por mail ou nos respectivos blogs, mas ainda assim um grande beijinho.



Eva,
a vida é, na verdade, tudo que custa e não custa, tudo que é fácil e não é... *

Lost,
um sorriso sempre... ainda que n apeteça. **

Agua_quente,
vejo que vieste depois do gato_escaldado fazer uma visita, obrigada.
Faz sim, muita.
Beijos

Concha,
por vezes nem batota se pode fazer e saber que se quer pedir já é muito, muito, bom...
beijinho

Frog,
demasiadas... demasiadas...
beijinho

Fernando,
há dias em que sim e há outros em que não... por vezes como se fosse uma marotice cruel de Deus.
Beijos, Amigo :)

--------
Lobices,
como disse, quem sabe quando deixar de ser uma "blogger" tão inexperiente. Um muito obrigada pelo convite. *

Mitsou disse...

Querida Raquel,
só vim, agora, dar-te um beijinho de boa noite porque tb eu precisei muito de um abraço, hoje. E foi um domingo triste. Amanhã será melhor :)

Lyra disse...

as vezes (parece e sei que sim), sou uma exagerada nas palavras. Sempre o fui. No entanto é so assim que sei sentir. Com esta intensidade. Que raramente te revejas naquilo que escrevo...porque o que escrevo nem sempre é feliz. Um abraço da minha alma.

Wakewinha disse...

E tudo que dizes, dizes com muita força!
Por estranho que te possa parecer, cheguei até aqui porque temos o mesmo nome (Ana Raquel); mas assim que comecei a ler agarrei-me às palavras.

Visita-me aqui ou aqui! =D

Tão só, um pai disse...

... "ursito" cheio de sorte, esse ... abraço e beijo de um outro "urso" (raposa do queijo?) com outra sorte ... um abraço tão chegado quanto o queiras e eu o possa ...

JMTeles da Silva disse...

A medo, vá lá um abraço para ti, Ana Raquel.
Assim como não gosto, ao abraçar alguém mais alto, receber as emanações do sovaco do parceiro(a), também não imponho o mesmo a outrém mais baixo. Abraços, consequentemente, só para pessoas sensivelmente ao meu nível topográfico. Que altura tens tu, Ana Raquel?:)))))
Bjinhos.

Raquel V. disse...

JMT,
Eu juro... juro que não me acreditooooooooooooo Então isto de abraços só medido ao "cm"?

Tadinhos dos bébes nas tuas mãos! Snif....

Mitsou disse...

Beijinho matinal, querida Raquel. E um abraço apertado! Té logo :))

Raquel V. disse...

At 01:44, Rakel said?
E tudo que dizes, dizes com muita força! (...) mas assim que comecei a ler agarrei-me às palavras.


Rakel,
Há pessoas que dizem aos poucos ou que dizem na hora... que nos deixam honrados ou mais qualquer coisa ainda...
Visitei-te e visitar-te-ei.
:)

Raquel V. disse...

Mi,

sempre sorrindo com as tuas visitas...

T,
é um "ursito" que sorriu ao ler... e nesses momentos o seu sorriso é um abraço :) e ele sabe...


Um obrigada a todos pelos abraços...

Confessionário disse...

Porque não havíamos de ter coragem para pedir sempre um abraço sempre que o neessitamos?!

Raquel V. disse...

Olá Padre, fico contente que me visite, aqui neste lugar meio "pesadote" que é o meu blog...

É verdade, deveríamos poder pedí-los todos. Mas mesmo todos.
Mas muitas vezes a distância impede, as normas sociais impedem, o destino impede.

E os abraços também "se aprendem a pedir"... e acho que muitas vezes, na ânsia de ensinarmos tantas outras coisas, deixamos por ensinar algo tão simples e que é tão importante...

amie disse...

abraços é tão tão bom!!!!:) pede sempre!

Mitsou disse...

E mais um abraço para a menina Raquel, com um beijinho de boa noite :))

Tão só, um pai disse...

Venho desejar as boas noites, com um beijinho amistoso.

Raquel V. disse...

Como se fosse possível ir pé ante pé, sem ruído, deixando parte de nós lá fora. Fechar a porta e voltar de novo para casa, como se não fosse nada e ninguém tivesse notado...

Tão só, um pai disse...

... bom dia ...!