maio 11, 2005



Enquanto vivia a minha vida certinha...
Tu vivias mais de mil...




Foto da Blue, num daqueles dias em que o presente ainda não era futuro...
-----------------------------------------------------------------------------------------
O primeiro gato que surgiu na minha vida foi o Sawyer, um tigradinho que vinha doente mas com muita vontade de viver. Acabou por se ir embora de uma forma trágica. Era um gato muito meigo, mas quase cego... Isso não o impedia de fazer todo tipo de malandrices e de calcular os seus saltos miúdos da minha cama para o chão, com muita precisão.
O universo e a sua força energética, enxerga-nos certamente com o mesmo amor que eu lhe tinha, sejamos perfeitos ou não.

15 comentários:

Tão só, um pai disse...

... linda!

Mitsou disse...

Ó coisa mailinda!
Beijinho de boa noite, querida Raquel e até amanhã :)

amie disse...

fantástico mundo dos gatos!:)

Tão só, um pai disse...

... ron ron ron ... bom dia ...!

Tão só, um pai disse...

... quero queijo ... ron ron ron ...

Mitsou disse...

Beijinhos matinais e ronronantes :)) Não me canso de olhar para esta fofura!

Eva Lima disse...

é...igual à minha LALA, a minha malandra vadia...

AS disse...

Porque será que os gatos exercem sobre nós tanto fascínio?

Um beijo

Raquel V. disse...

Aprendemos a amá-los... é realmente fabuloso...
Desde miúda "aprendi" que os gatos são traiçoeiros, não se pode confiar neles... etc...
(hoje em dia sei - ahhhh maravilhosos livros - que nessas alturas de "salta dé trás de sabe-se lá de onde" estão apenas a pedir atenção...)

Um dia o Sawyer entrou na minha vida por pouquinho tempo... e apaixonei-me... para sempre... por eles e, ainda mais, por todos os seres animados de vida que por aqui andam...

dale music disse...

Dale is is da house!

gato_escaldado disse...

há lugar para mais um? rss

Raquel V. disse...

Claro :)

H. disse...

gosto TANTO de gatos... e esta é tão linda :)

Raquel V. disse...

Um beijinho grande a todos... *

Lana disse...

que foto lindaaaaaaa :D